Dynamics Ax 2012 - Mudanças no “Tipo de documento fiscal”

Os últimos meses tem sido realmente desafiadores, a localização do Dynamics Ax 2012 continua a pleno vapor então fica difícil organizar as ideias e compartilhar aqui. Como eu disse no último post, o Ax 2012 apresenta mudanças significativas em algumas funcionalidades em relação ao Ax 2009.

No Ax 2009, o tipo de documento fiscal tinha um uso um pouco confuso, o campo estava presente no cadastro de clientes, no cadastro de fornecedores, nos pedidos de compra e pedido de venda. Se a empresa trabalha com apenas uma série pode vez, os usuários tem que selecionar o tipo de documento fiscal para todos os clientes, caso a série mude, voltar a alterar para cada um dos clientes.

Nos processos de recebimento de nota o problema é um pouco maior, além do campo de tipo de documento fiscal existem campos para espécie, modelo e séries para o documento que esta sendo recebido. Esses campos também estão presentes no cadastro do fornecedor.

No Ax 2012 o uso do tipo de documento fiscal foi normalizado em todos os documentos que emitem ou recebem notas fiscais assim como no cadastro de clientes e fornecedores.

A primeira mudança é a introdução da funcionalidade “Assign fiscal document type”, ele esta disponível tanto no Contas a Pagar quanto no Contas a receber, através dessa funcionalidade é possível atribuir um tipo de documento fiscal para um cliente específico (como no Ax 2009), grupo de clientes ou todos os clientes. O mesmo vale para emissão de notas fiscais para fornecedores (exemplos são: na devolução de compras ou na importação direta).

image  
Contas a Receber  
image  
Contas a Pagar  

Com a introdução dessa funcionalidade, o campo de tipo de documento fiscal foi removido tanto do cadastro de clientes quanto de fornecedores. Os campos de espécie, modelo e série também foram removidos do cadastro de fornecedores. Durante o upgrade do Ax2009 para o Ax 2012, os valores presentes no cadastro de clientes e fornecedores são copiados para a funcionalidade de “Assign fiscal document type” , uma entrada para cada cliente e fornecedor.

O uso do tipo de documento fiscal foi modificado nos pedidos de compra e venda.

Nos pedidos de venda, o campo de tipo de documento fiscal foi movido para o nível da linha do pedido e através da funcionalidade de “Assign fiscal document type” agora é possível definir um tipo de documento fiscal diferente para produtos e serviços. Através dessa mudança agora é possível, em um mesmo pedido de venda, ter uma nota fiscal eletrônica de produtos (NF-e federal) e uma nota fiscal eletrônica de serviços de São Paulo por exemplo.

Nos pedidos de compra, o campo de tipo de documento fiscal foi removido, agora ele só é obrigatório e somente preenchido na “Vendor Invoice”, quando a nota fiscal deva ser emitida. Para o recebimento de notas fiscal de fornecedores, somente é necessário informar o modelo, espécie e série. Nas notas fiscais posteriores do mesmo fornecedor, o sistema já preenche os campos esses automaticamente, diminuindo o volume de digitação durante o recebimento das notas fiscais.

No faturamento de projetos, o tipo de documento fiscal foi removido do contrato e é automaticamente lido da funcionalidade “Assign fiscal document type”  durante o faturamento ou das linhas do pedido de venda caso o faturamento seja de um pedido de venda.